O Bom Pastor conhece suas ovelhas e as chama pelo nome. As ovelhas, reconhecendo a voz do pastor, seguem-no e não se perdem enquanto continuam a ouvi-lo.
Quantas vezes quis buscar a Deus somente no que é grande e profundo? Me esqueci de que Ele estava bem pertinho. Nas coisas simples, Ele ali estava. Ao meu lado, em meio às lágrimas e risadas, Ele ali estava. Tarde percebi que, no mais íntimo de meu coração, Ele ali estava. Me dei conta de que, antes de me chamar às profundezas, Ele me chamou à intimidade. Como poderia eu ir tão profundo, se nem ao menos sabia reconhecer a voz de meu Pastor, quando este me chamava pelo nome?
Foi aí que percebi que Ele queria ser meu melhor amigo. E, quando me sentia sozinha e no escondido do meu quarto, lá no meu lugar secreto, no íntimo, onde pessoa alguma conseguia adentrar, Ele ali estava. É fácil simplesmente “saber” que Jesus é onipresente. Difícil mesmo é se confortar com essa verdade. Afinal, do que nos adianta saber, se o que nós sabemos, muitas vezes, não penetra no nosso coração? É claro que é necessário saber e, cada vez mais, conhecer nosso pastor, sendo esse um dos caminhos indispensáveis para que Ele se torne de fato nosso melhor amigo. Entretanto, devemos fazer com que tudo aquilo que entendemos não fique restrito ao nosso cérebro, mas penetre no nosso coração.
Quanto demorei para entender que o meu coração precisava se confortar com as verdades que conheci! E Jesus, em meio às minhas bagunças, veio me dizer “ei, está tudo bem... eu estou bem pertinho!”.
Ele nos chama ao deserto para nos falar de amor, para nos tornar íntimos. Ele bagunça, tira tudo do lugar, para, enfim, colocar tudo em ordem. Uma dona de casa, para limpar seu lar, tira grande parte das coisas do lugar, para fazer com que sua casa esteja livre das sujeiras e bem organizada. E, quando damos espaço para Jesus ser o dono de nossos corações, Ele mais bagunça do que arruma no princípio, porque isso é preciso para que Ele limpe as sujeiras e preencha os vazios de amor e virtudes. Mesmo que nesses momentos não entendamos o que está havendo, e mais pareça que Ele está longe do que perto, esse Pai de Amor nos lembra que está bem aqui, dentro de nós.
Por isso, eu te digo: tome posse dessa verdade de que Jesus está, hoje, bem pertinho de você. Mesmo que você não entenda, perceba ou enxergue. Ele está aí. E está tudo bem, porque Ele é contigo. Se estiver tudo bagunçado, calma, espera. Ele está arrumando, e só trabalha com capricho (eis aí o porquê das demoras). Seja grato, converse com Ele, se encontre com Ele, fale sobre Ele e, enfim, seja íntimo d’Ele. A repetição viciosa da palavra “Ele” é proposital. Afinal, não é sobre mim, nem sobre você: é tudo sobre Ele. Assim, eu te garanto: o Bom Pastor lhe chamará e você o ouvirá, porque Ele será o dono de seu coração. Calma, espera... Ele está bem pertinho.
(Manuela Guimarães para 48janeiros)

Um Comentário