Esses dias eu precisava lavar o banheiro. Todo dia minha mãe chegava, reclamava e eu dizia que iria ''lavar amanhã''. Eu todo dia acordava e pensava nas minhas tarefas, nas coisas que devia fazer e entre elas eu colocava lavar o banheiro. Fazia tudo e no final do dia dizia que ''não deu tempo''. Um amigo me disse esses dias que: ''Desculpas sempre serão desculpas. Podem ser boas desculpas, mas ainda assim serão desculpas''. Não dava tempo de lavar porque eu tinha outras coisas pra fazer: ok, mas ainda é uma desculpa. Não dava tempo porque tinha outras prioridades: ok, mas ainda é uma desculpa. Até que um dia eu decidi antes de fazer as outras coisas lavar o bendito banheiro.

Sou tão metódica que tenho até vontade sair dos meus parâmetros, mas eu mesclo minha ''metodicidade'' com minha procrastinação e pra falar a verdade: eu não sei o que é pior. Tudo pra mim tem que começar em tal hora, de tal maneira e isso se alia de forma terrível com minha mania de procrastinar. Os meus métodos se tornam desculpas para eu não fazer nada. E isso vai além de um afazer doméstico.
Quando fui chamada a uma vida consagrada eu procrastinei com meus métodos. Eu não queria sair da minha zona de conforto e dizia que ''não era a hora certa'' ou ''talvez devesse esperar mais um ano''. O fato é: metódicos tendem a ser ótimos procrastinadores. Queremos tudo na hora certa, mesmo que ela seja um hora certa atrasada. Ainda bem que Deus é Kairós e não Chronos, porque pra Ele não tem essa de hora humana certa. Cedo ou tarde pra mim é o momento certo pra Ele.
Eu precisava de algo que me forçasse a sair dos meus modos e Deus insere em mim este sair de si, porque Ele sempre vai nos colocar algo que seja oposto daquilo que estamos acostumados a viver. Eu quero fazer, mas por mim mesma não posso. Então vem o chamado de Deus para nos dizer que não somos nós quem fazemos, mas o Próprio Deus.
O que devemos nos acostumar a fazer é pedir a Deus que não façamos. Isso mesmo: eu não faço, mas Tu, age em mim e faz. Que eu não saiba nem entenda, mas o Espírito Santo sim. O segredo é começar agir onde não queremos, onde evitamos, porque assim iremos parar com o ''faço depois'' e já estará feito, sem desculpas.
Muito além de procrastinar a vida, devemos parar de procrastinar o céu. A Marcela Taís esses dias lançou o clipe da música ''Vai passar rápido''. Julguei de início: ''Tem que passar rápido mesmo. Eu quero é o céu''. Mas aí ela fala:
Deixe-me contar um segredo
Não foi pra esta vida que fomos feitos
Não podemos nos completar aqui
Pois, dentro de nós, há uma alma pulsando sem fim

Tudo aqui passa rápido mesmo e é por isso que devo cuidar daquilo que vale a pena. As raivas, as frustrações, os medos vão passar e devemos dar valor ao que no céu não passa. Para alcançar o céu é preciso de uma vida com propósitos. Propósitos além do ''vou passar o mês sem dinheiro'', ''não vou ligar hoje, só amanhã'', ''quando chegar sexta-feira...''
E você, santo metódico procrastinador, qual seu propósito?
Até mais! (não tardando tanto assim)

Um Comentário

  1. Parabéns pelo texto, me encontrei nele, era simplesmente o que eu precisava ler hoje para parar com as minhas desculpas, obrigada!����

    ResponderExcluir