Pesquisei no dicionário o que significa gratidão e apareceu que é o reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor etc.
Isso acontece muitas vezes de forma natural. É o motorista do ônibus que espera você chegar ao ponto, é a tia da cantina que te deseja um bom dia ou até mesmo sua mãe que prepara suas coisas para quando você está atrasado.
Não é tão difícil também fazer algo para o outro, e nós como cristãos temos como objetivo de vida sempre ajudar o próximo com a nossa vida. Então seja na compra de um lanche para um morador de rua, seja no sorriso para algum colega de classe que ninguém gosta, seja no “pode deixar que eu faço isso”, já são gestos de beneficio e auxilio, favor que geram a gratidão naqueles que os recebe.
Mas a gratidão não é só um ato ou sentimento, a gratidão, a meu ver, é a mistura das duas coisas. Um coração que é grato, sempre quer dar mais, um coração agradecido sempre quer dar tudo. Um coração onde se brilha a gratidão brilha-se também o Cristo Ressuscitado.
Afinal, como não ser grata? Como não agradecer dia após dia pelo sopro da vida que o Criador fez em nós? Como não agradecer pelos detalhes do dia a dia que passa pelos nossos olhos como um raio, mas que por Deus foi feitos com todo o cuidado?!
A primeira e maior gratidão que precisa nascer em nós, é a gratidão a Deus. O primeiro obrigado do nosso dia deve ser destinado ao Pai, porque como eu disse como não agradecer? A gratidão caminha junto do amor, são amigas, irmãs, parceira. É impossível não amar aquilo que somos gratos. Por isso que naquele dia que o motorista te esperou no ponto de ônibus apareceu em você um afeto por ele, e esse afeto se chama amor.
É dessa mesma forma que agimos com Deus, amamos aquele que tudo nos dá. Amamos aquele que Se dá por amor. Caminhamos para amar também aquilo que Ele nos “tira”. , é um caminho de aprendizado, amar e agradecer a Cruz, afinal, não existe Cruz sem Ressurreição, e não existe ressurreição sem cruz.
Seja grato! Ame! Depois desse amor/gratidão que nasce em nós tudo muda! Aquele alimento que você pagou para o morador de rua não será apenas para matar a fome dele, mas será para trasbordar nele o amor/gratidão que vive em você!
Eu sou grata a Deus pela minha criação, sou grata pela minha família, amigos, estudos, trabalho. Sou grata a Deus pela Santa Igreja Católica, pelo meu carisma, pelo 48Janeiros.  Sou grata a Deus pelo Seu amor que se enraizou nas profundezas do meu coração, por sua misericórdia que dia após dias não se cansa de renovar-se nas minhas misérias. Sou grata a este Deus que se faz presente, dando-me como presente um profundo amor/gratidão a Ele e ao próximo.

E você? Pelo que é grato? 

4 Comentários