As vezes é difícil sorrir, né? Não é simples olhar para as pessoas e dizer que tudo está bem quando não está. Tem dias que a gente precisa encontrar forças para aguentar, e a gente vai acumulando força mas sempre precisamos de mais, já percebeu? Parece que os nossos aprendizados, nossa resiliência, as lições que assimilamos com as nossas cicatrizes nunca são o suficiente e estamos em constante processo de não ser o bastante para as nossas expectativas e para as dos outros.
Muitas vezes nos angustiamos porque, por mais cinza que o dia esteja, ele continua sendo um dia da nossa vida. 24 horas da nossa existência que devem ser vividas invariavelmente e a gente não está nem aí pra isso. As coisas podem não parecer muito animadoras, mas o que podemos fazer em relação a isso?
Sabe, grandes mudanças não acontecem quando existe tranquilidade. É aquela velha história de que o barco a vela não anda na calmaria. Lembra do que acontece com a Moana quando ela pede ajuda pro oceano e vem a tempestade? Eu sei que não é fácil aguentar as angústias pelas quais passamos, que, muitas vezes, a gente se sente desimportante, desnecessário, sozinhos e que nossa vida é uma tempestade tão grande que ficamos completamente perdidos. Tem uma música de uma banda que eu gosto muito que começa falando "Viva outro dia, vá um pouco mais alto. Ache outra razão para ficar" e isso é exatamente o que eu faço, muitas vezes a única coisa que eu posso fazer.
O que eu quero dizer é que a gente vai se sentir perdido no turbilhão, mas aguenta! Uma hora a tempestade cessa e você vê onde foi parar. Uma hora a gente chega em algum lugar e, muitas vezes, pode ser exatamente onde precisávamos ir! É preciso que haja desordem para que as coisas fiquem em ordem, que haja caos para que fiquem em paz, e que haja a tristeza para que encontremos a felicidade. Lembra daquele texto que falei sobre a escuridão? É exatamente isso! Às vezes precisamos ser envolvidos pela escuridão para ver de onde vem a luz, e a tristeza serve para enxergarmos nossos erros, nossos defeitos, enfim, nossa humanidade.
Se estivermos sempre bem e felizes, teremos a ilusão de que nada precisa ser consertado e nunca vamos permitir que Deus trabalhe em nós.
Não estou pedindo que você esqueça tudo que está te deixando pra baixo e fique feliz como bobo. Não! Isso não é saudável. Eu desconfio de pessoas que dizem estar bem de uma hora para outra porque sentimentos não somem de uma hora para outra. Eles demoram para desaparecer, eles vão desbotando, e nesse meio tempo ficam queimando, ardendo, algumas vezes machucando dentro da gente e precisamos respeitar isso. Precisamos aceitar e respeitar as coisas que a vida nos proporciona, caso contrário estaríamos nos fingindo de mortos. Assim como um personagem de um livro famoso disse, a dor precisa ser sentida. Não é sempre que teremos ânimo, e nesses casos só peço que aguente mais um pouquinho, ache mais uma razão para continuar, pois ao amanhecer vem a alegria. Citando outro artista que gosto muito, é sempre mais escuro antes do amanhecer.

Deixe um comentário