Nem tudo são flores, nem todas as semanas são irradiadas de poesias alegres e nem todos os dias acabam bem. Existem dias que tudo inicia-se bem, e nos últimos 25 minutos desaba-se.
Sempre me falaram que há uma procura maior por Deus quando tudo desmorona. Na felicidade as pessoas costumam esquecê-Lo e pode ser verdade, mas também percebi que é mais fácil glorificá-Lo e percebe-Lo quando tudo ocorre nos trilhos. E quando a dor aparece? Quando seu dia inteiro foi de intensa oração, mas no final há uma briga horrível com alguém e tudo parece não ter mais sentido?
O que fazer quando todas as minhas tentativas falham? Qual a solução para quando os caminhos que eu tento ir mostram-se impossíveis de andar?
Eu. Constante presença na Igreja, na comunidade, nos movimentos. Cristã ''do fogo''. Fiel devota ao Santo Rosário. Comungo todos os dias. Atuante que sou: como proceder quando tudo em minha volta, do nada, para de funcionar?
A resposta vem em música: ''Seja minha canção''. É isso, Senhor. Quando tudo cair que Tu ainda seja o meu sustento. Quando todo o amor virar desamor, sejas Tu o Amor que me sustenta. Quando a dor chegar, sejas o remédio a alivia-la. Quando o desespero invadir, seja a esperança que nasce.
Os dias de trabalho nem sempre serão os melhores. As pessoas nem sempre serão as mais agradáveis. Os amores nem sempre serão os mais compreensivos, correspondidos e etc. Os dias nem sempre serão melhores, mas eles hão de vir. O dia de hoje pode não ter sido o melhor, mas o de amanhã será. Por Cristo, com Cristo e em Cristo. Dias melhores virão.

Deixe um comentário