Várias vezes em minha vida passei por momentos difíceis em relação a ansiedade e hoje estou saindo (acredito) de um deles. São dias de preocupação excessiva, querer que as horas passem depressa para realizar algo e ter a certeza de que deu tudo certo. Acontece também quando vou fazer alguma coisa diferente que eu queira muito (como a maioria das pessoas, senão todas). Todas essas coisas, quando não sabemos controlar, podem causar grandes confusões dentro de nós, nos trazer grandes malefícios à saúde física, emocional e até mesmo espiritual.
Ela pode ser vista como um monstrinho que se acomoda em nosso ombro e sussurra em nosso inconsciente palavras que nos trazem medo e preocupações que não cabem a nós. É realmente muito difícil e, por mais que todos sentem, nunca encontrei alguém que pudesse me entender. Até porque só sabemos realmente o quanto é complicado quando somos nós que passamos por isso.
Por conta disso, listei 5 coisas que sempre me ajudam a sobreviver a esses momentos. Coisas que parecem óbvias, mas que às vezes é difícil enxergarmos sozinhos. Eu preciso sempre ter essa lista em meu alcance, para quando houver uma emergência.
                                                                                                                                
1- Não cultivo tudo dentro do meu coração, converso com alguém, principalmente com Jesus. Me coloco em oração, dizendo para Ele o que eu acho que tem me deixado assim. Ele sabe como cuidar de mim e me mostra o que devo fazer. É muito bom também desabafar com alguém, por mais que não saibam exatamente como nos ajudar. Só pelo ato de falar, podemos nos sentir mais leves.

2- Ouço uma música (de preferência uma que eu não conheça ainda), meditando-a. Aquelas musicas calminhas, que nos permitem sentir o céu. Posso indicar algumas: Só quero ver VocêNo SilêncioInigualável Comunhão.

3- Escrevo. Depois que eu rezo, coloco no papel tudo que estava sobrecarregando os meus ombros, amasso e jogo fora.

4- Faço algo que me faz feliz ou o que eu sei fazer bem.  Faço um artesanato,  leio assuntos que me interessam, assisto um filme, desenho... Ou até mesmo dou uma volta, prestando atenção nas pessoas, nas coisas que estão ao meu redor. Isso me ajuda a distrair.

5- Faço algo diferente que eu esteja procrastinando há um tempo.  Eu costumo fazer muitos projetos, mas meus planos geralmente ficam só no papel (preciso melhorar isso em mim). Então, aproveito esses dias para ocupar a mente e tirar o atraso.

Espero que esses "conselhos" sirvam para mais alguém, na confiança de que tudo vai dar certo, e que Deus está cuidando de todas as coisas.

2 Comentários