Você já deve ter escutado algo do tipo: "Não vou à Igreja, pois já tenho Deus no meu coração”, ou então “O que importa é que sinto Deus em mim”. Caros amigos, venho dizer por meio deste texto que Deus não é um sentimento!
Reduzir o Criador do mundo a essas frases está incorreto. Ele é muito mais que isso. Deus é amor e misericórdia, é bondade e compaixão, é alegria e sofrimento, é vida e morte constante. Não tem como você viver uma vida sonhada por Deus sem passar por provações, pois sabemos muito bem que o encardido faz de tudo para destruir os planos dEle, o que não devemos fazer é deixar que isso nos afete e nos afaste de Cristo.
Têm turbilhões de sentimentos que nos rondam. Sentimos fome, frio, sono, dor. Gostamos de pessoas ou de objetos. Sentimos raiva e dez minutos depois não sentimos mais nada. Podemos acordar feliz, mas no meio do dia estamos tristes. Mas tudo isso é passageiro, menos Deus.
Exemplo disso é quando voltamos de algum retiro ou evento que o amor que sentimos por Jesus é ardente, queremos gritar ao mundo como O amamos, mas se não sustentar esse fogo de amor que existe em nós, tudo acaba se perdendo. Deus acaba se tornando mais um, tudo que vivemos acaba virando uma memória e não uma mudança de vida.
É muito fácil falar que Deus mora no nosso coração, é muito fácil falar que sente Ele ou que O ama. Difícil mesmo é mudar de vida, difícil é perdoar aquela pessoa que te feriu gravemente, difícil é deixar tudo o que se conquistou para sair por ai evangelizando as almas. É impossível dizer que sente Deus se não houver mudança, quando Ele de fato está em seu coração Ele fala, Ele mexe tudo aí dentro, Ele te dá um norte e você não consegue ficar parado no mesmo lugar.
Sentir a Deus não é só chorar como se não houvesse amanhã, sentir a Deus não é só com arrepios no corpo, sentir a Deus não é só repousar no Espírito. Sentir a Deus é viver Deus, não do nosso jeito, mas do dEle. Santa Teresa de Calcutá é um exemplo que temos, ela sentiu Cristo tão poucas vezes e mesmo assim não o deixou, não o abandonou, pois sabia em quem ela depositava sua confiança (ll Tomoteo 1,12). Eis uma frase dessa tão sabia Santa:
Se não for pelo Amor que sentimos, que seja pelo Amor que acreditamos!
Não apenas creia, mas confie. Não viva para você, viva para Deus. Haja! Faça acontecer! Saia do comodismo e viva aquilo que Deus quer! Você tem uma missão e não se esqueça que Ele te espera ansiosamente.

Deixe um comentário