No dia 22 de Setembro iniciou-se a primavera. Por incrível que pareça, eu não descobri isso de forma tradicional (ou seja, pelas redes sociais), mas sim de uma maneira menos convencional: crianças saindo da escola fantasiadas de flores. Confesso que fiquei um pouco impressionada quando percebi qual era o motivo das florzinhas ambulantes e comecei a reparar cada pequena fantasia florida. Por mais que não seja comum, comemorar o início da primavera me pareceu adequado.
No dia, infelizmente, o tempo não estava muito agradável. Tímidos raios solares se intercalavam com a chuva, deixando um céu nublado, típico de um dia de inverno. Ninguém estava comemorando aquele dia, é claro, mas sim uma nova estação que, ironicamente, tem como característica dias quentes e coloridos com a beleza das flores. A verdade é que o inverno nunca é apreciado, e esse é o problema.
Eu costumo comparar as estações do ano com a nossa vida. Sempre precisaremos passar pelo inverno para que a primavera chegue, é algo cronológico. O que não conseguimos perceber é que durante os nossos invernos pessoais, Deus prepara uma linda primavera. E se você conseguir voltar a memória, provavelmente foi durante alguns invernos que você extraiu as maiores lições da sua vida. É o tempo que mais refletimos e mesmo com o coração agitado nos esforçamos para alcançar a calmaria.
O inverno costuma incomodar muito, eu sei. Mas tentar apreciar os invernos da vida é sinal de sabedoria. Permita que o Pai cuide de você e creia que Ele lhe presenteará com lindas flores no começo de um novo ciclo. Por mais que não queiramos, o inverno é necessário. Afinal, uma terra sem chuva não produz flores. E quando a primavera chegar, não se esqueça: comemore!

5 Comentários