Talvez você já tenha escutado um ditado popular que diz “uma andorinha só não faz verão”. E talvez você até mesmo tenha concordado com o que diz a frase, mesmo sem se questionar o porquê. Muitas vezes nos encontramos desanimados em continuar a lutar, porque em nosso íntimo achamos que nunca faremos uma diferença simbólica. Afinal, quem somos nós para conseguir mudar o mundo?!
Graças ao Pai, temos exemplos de pessoas incríveis que mesmo sem intenção, irradiaram amor nos pequenos gestos. Quando ainda tinha o título de Madre, Santa Teresa de Calcutá me cativou com uma frase simples, porém muito significativa. Essa frase vai contra todo o acomodamento e desânimo que o mundo nos apresenta. Nadar contra a corrente é possível, basta que queiramos.
Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. Santa Teresa de Calcutá
Independentemente de em qual for o ministério, a pastoral ou até mesmo a posição social, o nosso trabalho é importante para Deus. Qualquer singelo ato de amor ao próximo nos deixa mais íntimos do Pai. Sei que não estamos nos melhores tempos da humanidade, sei que algumas lutas são maiores que as outras, mas por maior que seja a maré, rema! Ele sempre reconhece os nossos esforços de tentar ser e fazer melhor.

Deixe um comentário