Certamente você já se deparou com as seguintes frases: “hoje somos só amigos”, “ele(a) só quer a minha amizade”, todas com ar de tristeza e decepção. E realmente não há nada mais deprimente do que ver o mais puro dos sentimentos sendo tão desvalorizado assim. A amizade se tornou segunda opção ou ate mesmo deposito de rejeições. Nunca se viu tanta desvalorização de um dos sentimentos mais essenciais. É lamentável ver pessoas que sentem infelizes por terem “apenas uma amizade" com alguém. Fatalidades são aqueles que trocam amizades por paixões, e que tentam substituir a amizade com algo denominado mais "importante”. Se pararmos para refletir, nenhuma outra relação sobrevive sem ter bases concretas na amizade. O namoro e casamento sem amizade é término certo, porque há dias em que a carência necessita de presença, de palavras, e beijo nenhum consegue amenizar. Relação sem amizade se torna via de dois caminhos, cada qual buscará compreensão em lados opostos. Se tivermos a chance de conhecer casais que vivem a anos juntos e que hoje a aparência grisalha os tornam parecidos, saberá que o que sobreviveu durante os anos foi a amizade. O beijo não tem mais sentido, a intimidade deixou de ser sexual e passou a ser proferida pelo olhar, pelo ajudar a sentar, pelo ser apoio ao caminhar. Aquela paixão avassaladora se foi, aquele desejo por caricias se findou, e a amizade permaneceu a crescer.
A bíblia nos apresenta vários relatos sobre a amizade; Abraão por sua lealdade a Cristo "foi chamado amigo de Deus" (Tiago 2:23). A amizade verdadeira traz benefícios mútuos: "O ferro se aguça com o ferro, e o homem se aguça com a presença do seu próximo” (Provérbios 27:17). "Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão" (Provérbios 17:17). Também nos alerta sobre falsas amizades e seus perigos: “Os golpes do amigo são leias, mas o inimigo é pródigo em beijos”(Proverbios 27,6). “O homem vil semeia discórdias, e o difamador divide os amigos” (Provérbios 16:28). E uma das minhas citações favoritas que aconselha quem busca ser um bom amigo vem de São Paulo: “No mesmo amor, numa só alma, num só pensamento, nada fazendo por competição e vanglória, mas com humildade, julgando cada um os outros superiores a si mesmo. Nem cuidando cada um só do que é seu, mas também do que é dos outros. Tende em vós o mesmo sentimento de Cristo Jesus” (Filipenses 2,2-5).
Nosso Deus se fez homem para ser amigo da humanidade para ser o Deus conosco – Emanuel. "Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos" (João 15:13). É o maior exemplo de amigo e ainda se faz assim para aqueles que o procuram. Quem tem uma amizade com Cristo consegue enxergar a amizade como sendo o maior amor que existe. Buscar ser amigo como Cristo foi, é saber que terá que morrer; uma morte de renuncias que o fará ressuscitar em compreensão e aceitação de querer estar com o diferente sem querer torna-lo igual, se doando e valorizando, acima de qualquer outra relação, a certeza que só a amizade nos levará ao amor. 
Tudo aquilo que se semeia na amizade frutificará em eternidade. Amizade não é etapa, nem fase. Amizade é caminho único, se desejar ir aonde quer que seja terá que percorrer sempre na amizade e nela permanecer.
Que a amizade em Cristo nos torne cada vez mais amigos e com a certeza que ser amigo é o que há de mais importante.
“Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz; mas vos chamo amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai vos dei a conhecer” (João 15,15)
Salve Maria!

Deixe um comentário