Leia ouvindo essa música aqui.
Era madrugada.
Me sentei na borda da sua cama e olhei uma última vez pro seu rosto. Você dormia tão tranquila. Seus cabelos longos e ondulados repousavam por cima das cobertas, suas bochechas rosadas se apoiavam no travesseiro e em suas mãos estava o terço que você rezava quando caiu no sono.
Olhei mais uma vez pro seu sorriso e refleti por alguns instantes sobre o que estava prestes a fazer. Mesmo ali, naquele momento em que cada célula do meu corpo gritava de medo, algo dentro de mim me iluminava e mostrava que, de fato, este era o caminho que eu devia seguir. Dei um beijo na sua testa e parti.
Não tinha certeza se estava pronto. Minhas pernas tremiam, eu gaguejava ao falar, meus olhos lacrimejavam, mas sabia que precisava fazer isso. Sabia pelo o que passaria nas próximas horas, mas também sabia que era necessário pra que você ficasse bem.
Acho engraçado como pra vocês é tão simples mudar o significado de gestos simples. Um ato de carinho de repente se torna um ato de traição sem que haja qualquer tipo de prenuncia, e logo estou eu aqui lutando contra as minhas fraquezas.
De qualquer forma, deixei todo o medo de lado e continuei caminhando.
É estranho se ver cercado de pessoas e, do nada, olhar ao redor e encontrar a solidão. Tudo que me restou foram as imagens marcadas na minha mente e os sentimentos que batiam fortes no meu coração. Várias vezes pensei em desistir, mas o que você poderia fazer se eu parasse aqui? Eu não podia simplesmente te deixar desamparada. Não, eu precisava ir até o fim, afinal, foi por você que tudo isso começou.
O medo cedeu seu lugar à dor, mas isso era insignificante. Todos precisam sacrificar algo ao menos uma vez na vida, e esta era a minha hora. Eu prometi que iria fazer de tudo pra te proteger e pra te salvar, e assim o fiz, ainda que nem todos os seus olhares tenham sido em minha direção, ou que nem todos os meus abraços tenham sido retribuídos.
No fundo eu sabia que, em algum momento, seria motivo de confusão. Ao andar por aquele caminho de areia e pedras me deparei com tantos olhares, e o que mais me doeu foi ver que a maioria deles eram olhares de ódio. Como poderiam sentir tantas coisas negativas sem ao menos conhecer toda minha história? Sem nem saber o que eu fazia ali?
Ah, meu anjo. O que aconteceu com vocês? Mesmo ali, dando tudo que eu podia dar, vocês me viraram as costas. Mas não importa, nada mais importa porque tudo isso foi justamente pra que vocês aprendessem que, as vezes, sacrifícios são necessários para proteger quem amamos.
Eu sabia que seria difícil, mas consegui. E tudo por você, filha querida.
Minha pequena, tudo que eu quero é que, ao olhar pela sua janela e ver o nascer do sol, repare na forma que os raios de luz tocam a sua pele e te aquecem, na forma que, assim como ele se levanta, logo se põe mas ainda assim sua luz chega a você por reflexo da lua.
E que, assim como ele, um dia eu também me levantei e fiz minha luz irradiar para toda a humanidade. Assim como a chuva lava toda a natureza, um dia meu sangue lavou o coração daqueles que se permitiram ser molhados. Lembre-se de que, assim como você me tem seguro em suas mãos, eu a tenho segura em meus braços desde antes da sua existência material.
Não deixe de cultivar seu lindo sorriso. Ele é fonte de conforto e força para aqueles à sua volta. Ao menos para mim o foi quando o vi no momento em que estava caído e vieram limpar o meu rosto.
Sabe, quando me levantaram naquela cruz eu estava ansioso. Pensei no momento em que você me receberia pela primeira vez e fiquei imaginando como seria a sensação de habitar o seu coração, de me fazer pequeno o suficiente pra que você me carregasse pelos lugares que costuma ir. Também pensei nos longos momentos que teríamos pra conversar no Sacrário, em todos os assuntos que você traria.
Não quero que fique triste pelas coisas que aconteceram comigo. Posso ter me ausentado por dois ou três dias, mas foi pra passar a eternidade com você, filha querida, e enquanto a sua eternidade não chega, continuo aqui segurando sua mão.

Ass. Jesus

Deixe um comentário