Por muitas vezes, deixamos a correria do dia-a-dia nos impedir de ver o quanto Deus nos ama. Sim, acredite em mim: há muita coisa por aí que, sem perceber, não damos a devida importância, pois infelizmente nos ocupamos demais com as preocupações daquilo que está  dando errado, das coisas que ainda precisamos fazer... E tudo aquilo  que Deus usa para nos chamar a atenção, na intenção de que não esqueçamos do Seu amor por nós, do seu cuidado, acaba virando rotina.
Da um apertozinho no coração pensar dessa forma, não é? Se formos lembrar das vezes que olhamos para as estrelas e nos esquecemos de agradecer... Quando vemos o sol se pôr e não pensamos que foi mais um dia de vida... Olhamos as flores, os pássaros, sentimos o vento... E não reparamos que é Deus falando com a gente! Queremos respostas prontas e não entendemos que Ele, às vezes, escolhe nos responder de forma tão singela.
Em meio a todo esse carinho, por um descuido, por vezes nos contentamos com o que nos põe pra baixo. Nem sempre sabemos focar naquilo que há de bom, em tudo o que há de bonito. Mas é tão maravilhoso poder  correr para o Seu colo quando a dor aperta. Poder contar com o Seu abraço. Saber que, depois de um dia cansativo, Ele está nos esperando para nos dá o carinho e adormecer em seus braços.
Ele quer ouvir da gente o que nos aflige. E o que nos anima também! Quer saber como foi o nosso dia, o que deu certo, o que não saiu como o planejado... Quer saber das angústias que tomam conta do nosso interior, de tudo o que tem nos feito mal. Quer remover de nossos olhos cada coisa que tem nos atrapalhado de enxerga-Lo. Quer colocar as coisas em ordem dentro do nosso coração. Ele não acha que nos ajudar é o suficiente; faz questão de nos ensinar a buscar a sua ajuda. Não é de palavras bonitas que Ele precisa. O silêncio do nosso coração, somente isso, basta. Nos acalmar em Sua presença. Fechar os olhos em não pensar em mais nada, somente nEle.
E se olharmos ao nosso redor, percebemos que em cada canto tem um pouquinho dAquele que tanto tenta nos chamar a atenção. Nas coisas mais simples, singelas... Em cada detalhe, lá está Ele. No orvalho, no vento, nas flores, nas nuvens do céu. Nas cores, nos animais, até nas dores. Em cada momento, em cada situação. Ele nos mostra o tempo todo que não precisamos ir longe para O encontrar. Na verdade, Ele nunca nos deixou, Ele sempre esteve aqui. E não podemos, por um momento sequer, nos esquecer disso.

Deixe um comentário