Chega uma hora da vida em que nós já não queremos atualizar o status do Facebook ou provar para o mundo o quão felizes estamos juntos. Não queremos declarações gigantescas, presentes inesperados ou um buquê de rosas para postar no Instagram. Não que isso não seja bom, pelo contrário. Mas é que chega uma hora em que isso tudo já é raso demais para aquilo que a gente almeja.
Trocamos as declarações para o mundo todo ouvir por alguma coisa baixinha na beira do ouvido. As borboletas no estomago por uma certeza de que ele vai estar ali no fim do dia. Abrimos mão de toda a produção, a maquiagem, as roupas chamativas por um pijama quentinho e um coque desarrumado. Uma companhia para um filme em casa, para uma consulta ao oftalmologista, para um churrasco de família, uma mão amiga para ajudar no TCC.
Chega uma hora em que tudo o que queremos é uma presença certa. Facilmente trocamos o jantar fora por uma parceria na cozinha em busca de algo que dê para comer, um abraço quentinho e aquele sentimento familiar que faz com que seja impossível imaginar como seria a vida sem ele.
Chega uma hora da vida em que você já não quer mais holofotes, fãs, palmas. Só aquele que você tem a certeza que vai estar do seu lado quando pegar aquele resfriado, quando o dia estiver ruim e a vida parecer um tanto mais pesada do que antes. Alguém para te acompanhar nas suas aventuras mas também nos momentos em que a coragem já não faz parte da rotina. Alguém que entenda as suas dores, por mais idiotas que elas pareçam. Alguém para te avisar que aquela não é uma escolha tão boa assim, mas entender se você resolver tomá-la do mesmo jeito. Alguém para rir das suas piadas internas num jantar com os amigos onde ninguém mais entende qual é a graça, o que faz com que seja ainda mais engraçado. Alguém para te ajudar no violão, nas compras do mês e, consequentemente, na vida.
Chega uma hora em que a gente só quer um pouquinho de conforto, abre mão da agitação para deixar alguém se aconchegar aqui dentro. E, na minha opinião, essa é a melhor das horas que a gente pode ter.

6 Comentários

  1. Não precisa sair por aí exibindo amor, não é mesmo? Pq se for tão bom assim é melhor até esconder do mundo mesmo, vai que alguém resolve roubar pra ele? ahhaha amei o texto minha linda <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah o que ninguém sabe, ninguém estraga, né? Obrigada, querida ♥

      Excluir
  2. Vejo muitos relacionamentos onde o casal expõe grandes sentimentos pela internet, mas não vivem isso na realidade. Nesse sentido, é muito melhor demonstrar o que você sente para a pessoa com quem você está, assim a gente percebe que é algo realmente verdadeiro.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir