Lembro-me que quando era pequena, certa vez meu pai me deu um spoiler dos próximos anos de colégio. Disse-me que aprenderíamos a calcular o valor de x. "De x?!", exclamei. "Mas x é uma letra!". Em seguida, pedi a ele que me dissesse, previamente, qual seria o tal valor de x. E ele disse que era relativo, que dependia da expressão. Aquilo me pareceu impossível, pensava que nunca chegaria a desvendar tamanho mistério. Mas os anos foram passando e finalmente, no tempo certo, entendi o que aquilo significava. Aprendi não só a descobrir o valor de x, mas de outras letras, ângulos e por aí vai.
Às vezes passamos por situações das quais não conseguimos tirar nenhum entendimento. As coisas simplesmente não se explicam. Daí então o tempo passa e tudo vai se encaixando, percebemos o quão maiores somos depois e como só o tempo pode nos explicar alguns mistérios da vida.

4 Comentários

  1. Saudade das tuas escritas, Nath ♥ É muito verdade o que descreveu. Diversas situações nos parecem impossíveis de entender, mas no fim das coisas, elas só precisam ser sentidas e guardadas no peito. Um dia o resultado chega.

    ResponderExcluir
  2. Vi esse post no facebook, compartilhei e amei ♥
    Uma das coisas mais verdadeira que já vi/li até hoje. Beijos, Nath :*

    www.quetransborde.com.br

    ResponderExcluir