Tic tac. Tic tac.
É, meu amigo, o relógio está correndo.
Fique atento às
ba
               ti
                             das
porque você nunca sabe qual será a última antes que as pilhas acabem. E elas não têm previsões para acabar. Pode se passar apenas 48 janeiros e você está na ilusão de que ainda terá mais 52. Talvez não, meu amigo. 48 janeiros podem ser o suficiente para você
c
a
i
r
na real e perceber que o relógio parou. Se for o teu, talvez não perceba. Mas se for de alguém que você ama... Ah, meu amigo, sinto pena de ti. Porque teu corpo perceberá a ausência das batidas durante anos e anos e provavelmente até o fim da tua vida. Você pode gritar com toda a intensidade da palavra, chorar e implorar que devolvam teu amor. Mas o tempo é traiçoeiro. Enquanto lia isso, ele pode ter te roubado.
Você não viu. Ele é rápido. É discreto.
E dói, meu amigo.
Dói demais e te dá vontade de arrancar o coração para fora do peito. Literalmente. A dor nos cega e faz com que queiramos ir junto com o que foi-nos roubado. Mas você não pode ir, meu amigo. Não pode ser a dor dos que te amam, e não pode largar mão da vida por medo da dor.
A dor p                         a                         s                          s                    a.
Demora, mas passa. E você continua. Dia por dia. Hora por hora. Até o teu relógio parar de bater.

33 Comentários

  1. amei seu texto , mais vou far a verdade me deu falta de ar ler as palavras letra por letra haha

    Blog Natali Loure

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha sinto muito que tenha te dado falta de ar, Natali (aliás, isso é ruim?). Mas obrigada!

      Excluir
  2. Eitaaa! Bem reflexivo.
    Amei a parte "A dor p a s s a.
    Demora, mas passa. E tu continua. Dia por dia. Hora por hora. Até o teu relógio parar de bater."
    Tudo verdade! Então é bom começarmos a lidar com as perdas e com esse tempo que passa tão ligeiro!

    Você escreve muito bem. Parabéns, viu?
    Beijos!

    Eu Rabisco ♥

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto ♥ O tempo passa sim, e o melhor que fazemos é deixar ele levar junto o que não nos serve mais. Acho que é uma das partes boas da vida.

    ResponderExcluir
  4. É muito difícil aprender que o "para sempre" não existe, a gente sempre acha que tem muito tempo, mas na verdade, só existe o agora e a gente tem que aproveitar ao máximo os momentos que temos com as pessoas que amamos, porque a gente nunca sabe o dia de amanhã e quando "o relógio" de alguém que a gente ama para de bater, a dor é imensa e é comum a gente achar que não aproveitou o suficiente os momentos que tivemos aquela pessoa ao nosso lado.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Lena. Temos que aproveitar bastante porque dói demais, viu. Obrigada pela sua presença aqui <3

      Excluir
  5. Amei esse texto ♥ Ficou ótimo tanto na escrita como no visual. O tempo passa e leva tudo que ele puder, tipo um furacão. Leva as pessoas, as alegrias e principalmente as dores.

    http://chuvadejujubas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa que poesia MARAVILHOSA.
    Eu me apaixonei pelo seu blog exatamente por esse significado tão maravilhoso que tem para você.
    http://depoisdoetc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei! Continue escrevendo *-* Lindo o blog

    http://girafasnotelhado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que lindo!
    A dor sempre passa junto com o tempo.
    beijos

    arianacoimbra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Muito poético
    E é assim mesmo, mas nem sempre a gente pensa sobre, a vida é tão corrida né
    :(

    Adorei a forma como você escreveu
    A construção e a imagem do post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre pensa quando é tarde demais, né? Muito obrigada <3

      Excluir
  10. Adorei essa dinâmica do texto, me "forçou" a ler! :D
    Um beijão e até mais.

    www.queridaga.com

    ResponderExcluir
  11. Nathalia,

    adorei seu blog! Esse texto é lindíssimo, você é praticamente uma artista concretista! haha
    Vou me lembrar de "não largar mão da vida por medo da dor".
    Parabéns!

    Beijos!

    Caroline Lima
    www.blogprovare.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz, Caroline. E muito obrigado! <3

      Excluir
  12. Que texto mais perfeito. Era um dos textos que eu precisava ler agora sabe?! haha' Me apaixonei, quero mais! haha
    Beijão
    Jardim de primavera

    ResponderExcluir
  13. Legal o texto! Gostei da estrutura!

    Bjs, rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Adoro seus jogos com as palavras e as edições dos textos. <3 E afinal, quanto tempo nos resta para aguentar um "para sempre" que não quer ir embora?

    meiahoraemparis.com.br

    ResponderExcluir
  15. "A dor passa.
    Demora, mas passa. E tu continua. Dia por dia. Hora por hora. Até o teu relógio parar de bater."

    Era tudo o que eu precisava ler <3

    Beijos ;)
    http://setudopodeser.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Que lindo! Poxa, lembrei do termino do meu namoro e de como foi difícil aceitar que não era pra sempre!

    http://factoryideias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas coisas são mesmo difíceis, Letícia. Mas uma hora passa :3

      Excluir