Ontem (26/05) foi meu aniversário, e confesso que eu não queria que esse dia chegasse. Eu tive medo. Tive medo porque passei a semana chorando e não queria ter uma recordação ruim durante o resto do ano. Tive medo porque o ano passado criei expectativas e me decepcionei. Tive medo de sair com meus amigos e não conseguir sorrir. E me surpreendi. E o dia foi ótimo.
A vida é um eterno começo e recomeço entre perdas e ganhos. A luta é diária, e às vezes somos submersos pelas dificuldades. Sempre digo que 2014 foi o pior ano da minha vida, e é verdade. E isso faz com que eu lute para que 2015 seja o melhor.
Estou digitando isso num teclado que pode ser idêntico ao do escritor que escreveu o mais belo poema, ou da pessoa que soube amar mais intensamente. Onde será que está aquele texto perfeito que vai trazer lágrimas aos olhos de muitos? Onde será que se encontra aquela inspiração que vai fazer com que a vida seja espetacular? Talvez bem aqui. Talvez bem longe. Quem é que vai saber?
A vida não costuma ser fácil. Caímos hoje, choramos e gritamos a plenos pulmões que não queremos mais tentar levantar novamente. Dói tentar sair vitorioso de algo em que já fracassamos, amar depois de ter sido ferido, tentar lutar contra um pecado que nos fez cair tantas vezes. Fazer o que, dói. Dói assim como doeu em mim o medo de ter mais um aniversário triste. E, se eu tivesse optado por chegar do trabalho e ir dormir, nunca teria me divertido. Eu precisei arriscar.
É por isso que, ao acordar todos os dias, dizemos a nós mesmos: por hoje eu não vou mais pecar. Por hoje vou tentar amar mais, lutar mais, deixar uma diferença na vida de alguém. Ainda que seja mínima. Nem que seja um bilhetinho no bolso da frente da mochila. Tudo na vida que é difícil, no fim, vale a pena. O fácil dificilmente será o melhor caminho.
Finalizo dizendo que tenho medo em relação a uma porção de coisas. Tenho medo do futuro, do presente e até do passado. Tenho medo de perder o controle. Tenho medo de não realizar meus sonhos. Mas, antes de tudo, tenho coragem de, mesmo naqueles dias que chego chorando em casa, tentar buscar algo que vai me fazer sorrir. Nem que seja rapidinho. Eu só quero é momentos bons que deixem marcas boas. O resto a gente joga fora e vai tentando levar a vida. E, graças a Deus, a levo há 17 anos. 17 janeiros. Feliz aniversário para mim.

No meu aniversário de 2013, eu tirei uma foto e disse que nela via a pessoa que eu sempre quis ser. Mas passaram-se dois anos e hoje vejo que sou uma pessoa muito diferente daquela, e isso não é necessariamente bom ou ruim. Só faz parte da vida. A gente leva um dia após o outro e amadurece, muda, envelhece. Hoje é um dia especial para mim, e em uma breve homenagem de quem realmente sabe, eu diria: obrigada. Obrigada, Nathalia, por não ter desistido e ter chegado até o dia de hoje. Obrigado por ter dado o seu melhor, sorrido sempre que pôde, amado excessivamente e, antes de tudo, ter sido você mesma. E, sobretudo, obrigada a Deus, e também à minha família e amigos, principalmente ao homem da minha vida que está intercedendo por mim junto aos anjos, e preciso sempre me lembrar disso porque passar o primeiro aniversário da minha vida sem ele não está sendo nada fácil. Obrigada a todos que fizeram meu dia mais especial. Amo vocês ♥ 26 de maio via Instagram.

20 Comentários

  1. Oi, Nathalia

    No meu livro favorito da vida, a protagonista diz que quer mudar o mundo, mas "só um pouquinho ao redor". Eu concordo muito com ela, acho um objetivo excelente e é bem isso o que você disse, de espalhar mais amor, nem que seja "só um bilhetinho". Acho que você está caminhando muito bem tendo isso em mente já aos 17 anos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Felipe. Tenho certeza que é um ótimo livro! <3

      Excluir
  2. Feliz aniversário atrasado, Nathalia. Imagino o quanto seja difícil pra ti, passar um aniversário sem ter o seu pai ao seu lado, mas que bom que você tem em mente que ele está no céu, intercedendo por você, porque é isso que vai te dar forças para continuar e seguir em frente, dia após dia. Você tem apenas 17 anos, e pelos seus textos, eu percebo o quanto você já é maduro, tenho certeza de que seu pai deve estar orgulho de você.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado mesmo, Lena. Ele deve estar sim <3

      Excluir
  3. Oh, querida Natália! Você é uma inspiração, tão forte e coma a cabeça erguida!
    Feliz aniversário super atrasado ♥ Lhe desejo momentos felizes e graciosos e muitos janeiros pela frente :)

    ResponderExcluir
  4. Acho fod* quando encontro pessoas por esse mundo vei que ainda se importam em fazer o bem, em espalhar amor, mesmo que seja em pequenos atos.
    Feliz aniversário, viu? É sempre bom olhar para trás e ver o quanto mudamos, o quanto caímos e aprendemos a levantar. Que Deus ilumine muito o seu caminho, muita energia boa pra ti. De coração.
    Bisou,
    Dreams in Paris.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Jessika. Dá um orgulho da gente, né? Muito obrigada mesmo <3

      Excluir
  5. Oi Nathalia, tudo bem?
    Gostei muito do seu relato, e eu penso assim como você : Temos que nos arriscar!
    Não podemos deixar o medo nos dominar! Eu já deixei muitas vezes, e isso nunca me ajudou, só atrapalhou, mas fui aprendendo a me jogar de cabeça nos desafios da vida, e só assim podemos colher as vitórias!
    bjsss e bom domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Dayse. É assim que vamos poder desfurtar das melhores experiências. Um beijo!

      Excluir
  6. Aii, nunca tive essa sensação no meu aniversário. Não sou de fazer festinhas em comemoração, mas fico feliz a cada ano que passa e continuo bem e saudável.
    Arriscar é difícil, mas é preciso.
    Você escreve bem demais! Parabéns, Nathalia!

    Beijoos e feliz aniversário atrasado, rsrs
    Eu Rabisco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada mesmo, Deyze. E fico feliz por ti <3

      Excluir
  7. aaaah 17 é tão pouquinho tempo, fica tranquila que é uma época ótima!

    ResponderExcluir
  8. Respira fundo que são só 17 anos.
    Eu com 25 quase surtei T_T
    A vida não é tão assustadora assim. Tenha Deus no coração e sorria!
    | Promoção de um ano de A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
  9. Oiii! Não tinha passado pelo teu blog ainda! E eu adorei. Olha.. eu odeio o dia do meu aniver também.. a gente é humana e cria taaaaaantas expectativas.. é claro que sempre acabo me surpreendendo, mas sempre fico com aquele mediiinho! hahahahaha Mas fico feliz que você tenha tido um bom aniver. Parabéns pelo blog. beijos

    http://www.verdadeescrita.com/eu-devia-ter-corrido-pra-longe-de-voce/

    ResponderExcluir
  10. Amei o texto, me empolguei mais ainda quando vi que você completa ano no mesmo dia que eu, e tem a minha mesma idade. Vi no seu texto, alguns pensamentos meus T_T L👏👏👏

    ResponderExcluir