A nossa canção estava tocando na rádio. Passamos muito tempo compondo-a, toda minha vida, eu diria. E ela sempre tocou, desde que me entendo por gente. Sempre tinha algo tocando ali naquela estação, e ela nunca deixou de estar sintonizada conosco. Aquele som me passava segurança. Enquanto ouvia seus ruídos, embora o rádio já não fosse mais novo, eu sabia que estava comigo. Você sempre esteve.
Mas aí alguém entrou na estação. Os pés sujos, as mãos grosseiras, os pensamentos perturbados. Bem diferentes da nossa canção doce, gentil e suave. Por algum motivo que não me é claro, acharam-se no direito de interrompê-la. Nada havia conosco, mas quis destruir aquilo que havíamos construído.
Agressivamente, puxou os fios da tomada e, instantaneamente, nossa música parou de tocar. Quando notei o silêncio na cozinha, corri até o rádio velho para conferir o que havia acontecido. Até pensei que eram as pilhas, e num momento de desespero, escancarei a gaveta do armário a fim de encontrar pilhas novas. Troquei-as, mas não eram o problema.
Agarrei a chave do carro no arranjo da cozinha e, sem pensar duas vezes, corri para a estação. Mesmo com toda a velocidade, pareceu demorar horas. Ao chegar, contemplei a estação arrombada, quebrada, destruída. Não parecia ser a mesma. A nossa música já não tocava mais.
Você é uma bela canção que foi interrompida fora de hora. Havia muito o que tocar ainda, anos de poesia pela frente que, em alguns minutos, foram destruídos sem que pensassem nas consequências que isso deixaria na vida de quem costumava ouvi-las desde que nasceu. Fico imaginando como seria ainda aqueles versos que você estava a compor, mas sei que nunca serão ouvidos. A canção dos próximos dias não será composta, muito menos publicada. Elas acabaram por aqui. E, independente do que eu escreva sobre, o mundo nunca vai entender a beleza de nossas canções.
Está sendo difícil para caramba aprender a viver de novo, sem o teu som a ecoar no apartamento agora solitário. Não há mais música, não há mais sua voz. E o silêncio que tomou o seu lugar é insuportável.

18 Comentários

  1. Que texto mais lindo, gente! *-* Fiquei encantada com a frase no final, que diz "E o silêncio que tomou o seu lugar é insuportável." Esses seus textos, sempre me arrancando emoções, nossa! <3
    http://cirandadeflores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto Nathy. Carregado de sentimentos!!! Eu gosto de textos assim hahahah
    ''Está sendo difícil para caramba aprender a viver de novo, sem o teu som a ecoar no apartamento agora solitário. Não há mais música, não há mais sua voz. E o silêncio que tomou o seu lugar é insuportável.''
    http://beatrizconceicao2018.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amei seu texto *-*.. Vocês escreve muito bem Nathalia!! Parabéns pelo blog!! Beijos,
    Ariane - http://thelivedoll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto :)
    Um beijão e até mais.

    www.queridaga.com

    ResponderExcluir
  5. Awn que texto mais fofo, adorei ^^

    www.nataliloure.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ah que texto bonito moça. "E, independente do que eu escreva sobre, o mundo nunca vai entender a beleza de nossas canções", essa frase me representa ♥ Adorei mesmo, ficou incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me representa também, Kelly! Ninguém nunca vai amar o que amamos da mesma forma que nós, né? Muito obrigada, moça. Um beijo! ♥

      Excluir
  7. Que texto lindo e simples e sincero e com uma essência incrível! Adorei, você escreve muito bem!
    Beijinhos

    www.tresestacoes.com

    ResponderExcluir
  8. "A canção dos próximos dias não será composta, muito menos publicada. Elas acabaram por aqui. E, independente do que eu escreva sobre, o mundo nunca vai entender a beleza de nossas canções."
    Que texto lindo! Triste, sim, mas ainda assim tem algo nele que nos toca o coração. Esse trecho que destaquei aqui, em especial, me fez lembrar de momentos </3
    Cê escreve muito bem, quero mais textos! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Mark. Fica por aqui, moço, tem mais sim <3 muito obrigada! Um beijo

      Excluir
  9. "Você é uma bela canção que foi interrompida fora de hora. Havia muito o que tocar ainda, anos de poesia pela frente que, em alguns minutos, foram destruídos sem que pensassem nas consequências que isso deixaria na vida de quem costumava ouvi-las desde que nasceu." Isso me fez pensar muito em pessoas que foram embora cedo demais, a vida acaba mudando muito nessas circunstâncias, mas o sentimento e as lembranças é o que fica!

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! A gente sente saudade, mas as lembranças consolam. Um abraço!

      Excluir