É engraçado. A gente passa a vida inteira querendo crescer, e quando crescemos, queremos voltar atrás. Eu me lembro quando entrei na primeira série do ensino fundamental, e fiquei imensamente triste quando soube que não poderia mais passar a manhã inteira brincando com tinta guache. Eu olhava para as crianças da segunda série como se fossem heróis, e não conseguia imaginar que um dia eu estaria na segunda série também. Então o ano letivo se encerrou com uma prova onde perguntavam com quantas moedas de 25 centavos formaríamos um real, e eu acertei. Vibrei com aquela conquista, assim como meus pais.
Eu sempre quis crescer e uma hora eu tive que crescer de verdade, não só fisicamente. E isso tudo foi bem antes do que eu imaginava. Um choque e, de repente, eu já não tinha mais treze anos. Eu era adulta naquele momento, eu tive que ser.
Pensei nisso enquanto pegava meu ônibus depois do trabalho. Meu pai odiava a ideia de me ver trabalhar e prometia que, quando finalmente começasse a trabalhar de novo, me ajudaria com a faculdade. Mas ele não conseguiu começar no emprego novo. E eu tive que ser adulta novamente.
Nós nunca pedimos para que algo difícil aconteça conosco, mas a vida toda pedimos para crescer. E ainda assim, quando temos que agir como crescidos, choramos como crianças.
Talvez tudo seja uma questão de quantas vezes nós abraçamos uma pessoa que estava passando por um desses momentos difíceis, quais são as coisas que nos fazem feliz e como agradecemos a Deus por ter nos dado um novo dia. Talvez tudo seja questão de nos amarmos mais, de nos preocuparmos menos, de sermos mais humanos. Afinal, não precisamos seguir a norma dos crescidos o tempo todo, aquela que faz com que todos sejam inalcançáveis. Às vezes, brincar com guache nos dá uma sensação muito mais feliz.

20 Comentários

  1. Lindo texto! Sei que quando eu crescer ainda sim serei uma grande criança, acho que uma parte disso puxei isso da minha mãe, uma criança adulta, rs.

    Saudades desses estilos de provas, lembro que a maioria das questões que tinha nas minhas envolvia doces ou maçãs, haha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Doces e maçãs ♥
      Eu sou a cada dia mais criança, tenho que ser séria na maior parte do tempo, mas assim que dou uma distraída me pego fazendo algo infantil hahaha
      Abraços!

      Excluir
  2. A vida acaba nos fazendo crescer e são nas experiências que a gente vai amadurecendo aos poucos, às vezes nem percebemos quando isso acontece e quando percebemos, temos vontade de voltar atrás, quando as coisas eram mais fáceis, mas a vida realmente cobra que a gente continue crescendo, porque sempre teremos novos aprendizados e novas experiências para lidar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, Lena!
      A cada perda nos vemos mais fortes e preparados. E isso é sempre muito bom, embora não seja no princípio.
      Abraços!

      Excluir
  3. Que texto! Me faz voltar no tempo e relembrar de quando eu ansiava por ser independente, não imaginava o peso do fardo. Crescer exige muito da gente. Parabéns pelo texto! Beijos, sonhosdegiz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Whenia!! Meu sonho era ser mais velha, estar nessa fase onde tudo parecia perfeito e maduro, mas sabemos que não é assim, né?
      Muito obrigada, querida. Abraços!

      Excluir
  4. Esse texto é tão... <3 Ultimamente tenho ficado assustada com o tempo, e com a forma como ele tem passado rápido demais, textos assim me fazem refletir. Crescer não é lá tão emocionante assim uehuehe <3
    http://cirandadeflores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Yah! Queria tanto voltar a ser criança às vezes.
      Abraços!

      Excluir
  5. Que texto lindo você escreve bem menina! Esse texto me fez lembrar minha infância.
    Beijos.
    http://tendenciateenoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Isamara! Faz lembrar bastante a minha também. E que tempo gostoso, né?
      Abraços!

      Excluir
  6. fatooo, todo mundo quer crescer, e quando cresce não sabe exatamente o que fazer, texto super real, me vi totalmente nele (em meio minhas crises de idade) . ter responsabilidades assusta mas depois acostuma, e faz-se o melhor possível .
    xero

    Desconstruindo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que com todos, mais cedo ou mais tarde, acaba sendo assim mesmo!
      Abraços ♥

      Excluir
  7. Ser obrigado a crescer, engraçado olhar pra trás e pensar exatamente como vc falou, que tudo oq queríamos era crescer e eu tbm fui obrigado. Aos Dez anos já fui obrigado pela vida e circunstancias a crescer e agir como um pequeno adulto. E desde então eu só sei oque ser criança quando lembro do passado ou quando estou com meu priminho Gabriel. E sempre digo a mim mesmo, ainda bem que ele só consegue ser só criança e nada mais. Com ele eu consigo resgatar aquela criança de 10 anos atrás, ou então quando mesmo adulto choro como uma. A vida não é fácil pra quem cresce e menos ainda pra quem se vê obrigado a crescer, mas Deus me deixa ser menino sempre em tuas mãos e isso também não tem preço. Ótimo texto, me fez "reviver muitas memórias" ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade mesmo, Thato. Comigo foi assim também, com 13 anos já me considerava independente e impedia que se aproximassem de mim (mas que bom que Deus curou, né! Haha). O meu maior sonho é voltar no tempo, mas pena que esse não dá pra realizar.
      Abraço =)

      Excluir
  8. Uau, texto incrível! Lembro que quando eu era criança eu observava e não via a hora de crescer exatamente como você descreveu no texto. Mas criança tem esse sentimento bobo mesmo, né? Lindas palavras, gostei muito. bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Natacha! Não só as crianças, mas todos nós, sempre queremos algo longe de nossa realidade, e isso nunca é saciado. Bastante bobo mesmo, porque acho que a maioria das pessoas queria voltar a ser criança! Um beijo

      Excluir
  9. Acho que crescer é um processo um tanto quanto triste. É ótimo ter a liberdade de um adulto, mas agora que tenho um milhão de responsabilidades, eu fico cansada e frustada me perguntando se não posso voltar no tempo. Esse é um texto, que coincidiu muito com meus sentimentos de agora. Nesse momento que estou passando. Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem assim mesmo, Ana!! Eu também queria muito voltar a não ter preocupações e ter coisas que hoje eu perdi. Mas é a vida, né? Agora não tem mais jeito :( hahaha
      obrigada ♥

      Excluir
  10. Esse texto me deixou muito nostálgica. Pensei em tudo que vivi até hoje. Cresci muito cedo também. Com 16 anos já estava formada no EM e já precisava seguir no "mundão dos adultos". Sempre precisei ser muito madura diante às situações. Mas sei que isso fez de mim uma pessoa forte hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Dai! Parece que acontece cada vez mais cedo hoje em dia, e deixa uma saudade!

      Excluir