Sim, esse vai ser um texto falando sobre amor, mas falando sobre como ele realmente é. Se arruma na cadeira, pega a pipoca (ou o lenço) e vamos lá.
Sabe por que o amor é bagunçado? Porque nós somos bagunçados! Ah, meu, nem é tão difícil perceber, vai? Nós somos tão complicados nas coisas mais simples. Às vezes até mesmo pegar um copo d'água na cozinha vira uma tarefa complicado porque a gente se distrai olhando o que tem na geladeira ou suspirando ao ver a quantidade de coisa acumulada pra arrumar. A coisa mais comum do mundo é dizer que "Ah, as pessoas são complicadas" e esquecer por um breve momento de que você também é uma.
Como diria qualquer mãe por ai, é melhor arrumar essa bagunça antes que você perca alguma coisa nela, mas, como filhos teimosos que somos, sempre acaba sendo tarde demais.
Olha, vou te falar a verdade: amar dói pra caramba. E não to falando daquele sentimento de estar apaixonado por alguém e querer essa pessoa por perto e se perder no sorriso dela. Não. Estou falando do conjunto de ações humanas que compreendem o verbo amar. Amar uma pessoa dói tanto porque temos que renunciar coisas preciosas nossas.
Amar alguém, muitas vezes, é aceitar que ela não corresponde sua paixão.
Amar alguém é aceitar que ela está apaixonada por outra pessoa e não forçá-la a dar menos atenção pra ela só porque você quer.
Amar alguém é aceitar que ela vai falhar com você, e muito, e se decidir por perdoá-la, não porque você é dependente dela ou só porque vocês estão juntos, mas porque você valoriza aquela pessoa e está dando uma chance dela expressar seu melhor lado, apesar das falhas.
Amar é entender que vocês não vão concordar em tudo e que, em alguma hora, vão discutir por causa disso, mas entender que isso só aconteceu porque os dois querem o melhor.
Por fim, e deixo aqui o que mais machuca, amar alguém é deixar partir e está aqui a maior renúncia. Nunca é fácil, ninguém disse que seria fácil, mas é necessário. A gente arruma vários jeitinhos de tentar consertar ou barganhar os termos daquela paixonite ou daquele namoro que não está mais dando certo sendo que não percebemos o quanto aquilo já está gasto. É uma decisão difícil e corajosa que demoramos a tomar, e não culpo ninguém. Talvez tenha sido a falta de Deus no relacionamento, a falta de oração, a falta de vontade ou talvez simplesmente tenha sido. Não vou deixar de dizer que às vezes tenha sido providência. Não quer dizer que não devamos levantar a cabeça e olhar pro novo, olhar para aquilo que Deus tem preparado pra gente, e não estou dizendo em relação a relacionamentos, mas à a vontade dEle pra nossa vida.
No final, em meio a toda essa nossa bagunça, o que realmente ajeita as coisas é o amor que Ele tem por nós. O que nos falta é deixarmos ser alcançados por esse Amor.

As férias chegaram já tem um tempinho e nós ficamos com aquele questionamento: como vou usar meu tão esperado tempo de descanso?
Tem aqueles em que vão viajar, mas também aqueles que vão ficar em casa (que é o meu caso). Por isso, hoje eu trouxe algumas dicas para vocês. Férias é tempo de colocar as séries e as leituras em dia, melhorar a vida de oração... Mas que tal também usar esse tempo livre para assistir a alguns filmes? Vamos lá!

1- Terra de Maria
Esse daqui já é conhecido e é maravilhoso, quem ainda não assistiu vale a pena. Fala sobre os milagres que Nossa Senhora fez na vida de milhares de pessoas espalhadas pelo mundo.

 2- Santa Teresinha do Menino Jesus
Que tal um filminho que conta a historia desta amada santa?

3- Irmã Dulce
Um dos meus filmes favoritos. Conta sobre o Anjo Bom da Bahia, uma religiosa que doa sua vida aos mais pobres e necessitados. Um amor de filme ♥

4- São Pio de Pietrelcina
Pode ter certeza que vão ser três horas de filme muito bem aproveitadas, vale a pena cada segundo.

5- Já Estou Com Saudade
Esse daqui é um filme secular, onde nos faz refletir sobre como cuidamos daqueles que são importantes na nossa vida.
Conta a historia de duas melhores amigas que sempre foram bem unidas, até que chega um dia que uma delas descobre um câncer.

6- Nos meus sonhos
Que tal um romance de fim da tarde?
Este filme amorzinho conta a historia de um casal que só se encontra nos sonhos que têm durante a noite. Aquele tipo para assistir nos dias de bad.
Espero que esta pequena lista lhe seja útil. Prepare a pipoca e divirta-se! 

Algumas coisas na vida eu aprendi com facilidade. Com quatro anos eu já lia, com dez escrevia as melhores redações da classe e com quinze escrevi o meu primeiro livro inteiro. Mas, por outro lado, algumas coisas eu demorei tanto tempo para entender que perdi um pedaço de mim mesma no processo. E em todas as vezes que ele se repetiu.

Às vezes você vai construir castelos tão bonitos que vai passar noites e dias e invernos e primaveras admirando a beleza da construção. Mas, em muitas das vezes, vai chegar uma hora que esses castelos terão que ser demolidos por não serem seguros o suficiente para habitar. Foram construídos sobre a areia, em vez de sobre a rocha. Eu sei o quanto dói ter que pôr um ponto final em uma história e aceitar começar a construção do zero. Mas, acredita em mim, é o melhor a se fazer. Não faz bem a gente prolongar uma obra que já percebemos que vai cair. Mais material, tempo e esperança serão gastos, com um único propósito de retardar algo que está para acontecer.
Se eu pudesse te dar um conselho, seria: confie em Deus. Ele sabe a hora, o lugar, o terreno e a companhia exata para construir todos os seus sonhos e tudo o que Ele quer para você. Mas se continuar tropeçando sempre no mesmo tapete e se negando a tirá-lo da sala, Ele nunca poderá fazer o que precisa ser feito. Se continuar apegado a uma história, você nunca será verdadeiramente livre dela. Terá ali sempre um resquício de tristeza, de raiva, de angústia e todos sentimentos ruins possíveis e eu tenho certeza que não é isso que você quer.
Repita comigo: eu não pertenço mais a essa história. Eu sei o quanto o coração dói quando a gente precisa assumir isso, mas entenda que nem de tudo nós teremos a resposta tão breve. Às vezes é preciso que renunciemos e aceitemos o que Deus diz que é melhor para nós para que, no futuro, o agradeçamos por ter nos conduzido pelo caminho certo. Infelizmente, você nunca vai conseguir seguir esse caminho se continuar olhando para trás. Alegra-te! Deus quer fazer o novo na sua vida.
Permita-se se libertar daquilo que te prende. Algumas coisas são para sempre, outras não. E tudo bem porque a gente sempre sai vivo dessa guerra. Talvez não inteiros, mas vivos. E os pedaços que foram mutilados, Deus preenche com seu amor. Ele é o centro de toda cura e de toda reabilitação.
Vai ficar tudo bem, acredita em mim. Acredita em Deus.